You Are Here: Home » Artigos » E.B.D » Adultos - Betel » Jesus Cristo é Poderoso para solucionar problemas extremos

Jesus Cristo é Poderoso para solucionar problemas extremos

EDIÇÃO: 89 – 3º Trimestre – Ano: 2021 – Editora: BETEL

LIÇÃO – 11 – 12 de setembro de 2021

TEXTO ÁUREO

“E sentiram um grande temor e diziam uns aos outros: Mas quem é este que até o vento e o mar lhe obedecem?” Mc 4.41

VERDADE APLICADA

Não devemos temer nada, pois Jesus é suficientemente poderoso para nos fazer vitoriosos.

TEXTOS DE REFERÊNCIA

Marcos 4

35. E, naquele dia, sendo já tarde, disse-lhes: Passemos para a outra banda.

36. E eles, deixando a multidão, o levaram consigo, assim como estava, no barco; e havia também com ele outros barquinhos.

37. E levantou-se grande temporal de vento, e subiam as ondas por cima do barco, de maneira que já se enchia.

38. E ele estava na popa dormindo sobre uma almofada; e despertaram-no, dizendo-lhe: Mestre, não se te dá que pereçamos?

39. E ele, despertando, repreendeu o vento, e disse ao mar: Cala-te, aquieta-te. E o vento se aquietou, e houve grande bonança.

LEITURAS COMPLEMENTARES

Segunda-feira – Mt 12.29
Jesus é aquele que amarra o valente.

Terça-feira – Mc 5.1-13
Jesus exerce autoridade sobre os demônios.

Quarta-feira – Mc 5.14-20
Um homem endemoniado é liberto.

Quinta-feira – Lc 8.22-25
Jesus acalma a tempestade.

Sexta-feira – Cl 2.15
Jesus despojou todo principado e potestade.

Sábado – Hb 2.14
Jesus venceu o diabo.

INTRODUÇÃO

Seja qual for a adversidade que aparecer diante do nosso caminho, Jesus tem poder sobre tudo e sobre todos. Basta a cada um de nós confiar nEle.

I – O PODER DE JESUS SOBRE AS TEMPESTADES

Quando Jesus repreendeu a tempestade no Mar da Galileia, os discípulos ainda estavam crescendo no conhecimento acerca dEle (Mc 4.41). As tempestades da vida servem para que reconheçamos a ação e o poder de Jesus sobre as adversidades.

1. A ordem de Jesus. Em Marcos 4.35, Jesus dá uma ordem direta aos Seus discípulos para irem à outra margem do Mar da Galileia. Henri Daniel-Rops afirma: “Não raro, no Mar da Galileia ocorria tempestades, no inverno, o vento qadim, frio e seco, que torna o ar claro como cristal, baixando a temperatura cerca de 18º numa só rajada, provoca uma espécie de redemoinho quando sopra sobre o mar, denotando a dificuldade em ultrapassá-lo”. Os discípulos obedeceram a ordem do Mestre, mas isso não os isentou de passar por uma tempestade. Assim também é a vida do crente, muitas vezes, ao seguir Jesus passaremos pela tempestade, mas a grande diferença é que não estaremos sozinhos, Ele está conosco no barco da nossa vida.

2. Jesus também estava no barco. Mesmo com a presença de Jesus no barco, os discípulos não estavam isentos de enfrentar uma grande tempestade. Nas Escrituras, as águas, muitas vezes, simbolizam a morte (o batismo reflete isso – Romanos 6.4), logo, o mar aqui representa o caos primordial que tenta destruir a criação de Deus. O mar também representa a adversidade e o perigo ( Israel passou pelo Mar Vermelho – Êxodo 14.16). Na passagem, o mar e o vento se opõem veementemente ao barco dos discípulos, a vida deles está em risco. Jesus nos prometeu que estaria conosco até a consumação dos séculos (Mt 28.20), mas também disse que no mundo teríamos aflições (Jo 16.33).

3. Jesus repreende o vento e o mar. A cena em que Jesus apazigua a tempestade é icônica nos evangelhos. Ao ordenar ao mar que se cale, Jesus amordaça-o, pois, tentava devorar o barco. O mar fica inativo diante do poderio de Jesus. Ao vento, Ele manda se calar. Com isso, podemos observar que tanto o vento quanto o mar reconhecem a autoridade de Jesus e obedecem. Enquanto Jesus está inativo, dormindo sobre um travesseiro, a tempestade tenta engolir o barquinho, mas quando Jesus se torna ativo, todos e tudo têm que se submeter à Sua vontade. Jesus se importa conosco e muitas das provações servem para testar a nossa fé (Mc 4.40).

II – O PODER DE JESUS SOBRE OS DEMÔNIOS

A tempestade se mostrou um obstáculo no percurso de Jesus e de Seus discípulos em direção a um propósito: a libertação de um homem gadareno.

1. Lidando com situações extremas. Depois do enfrentamento da tempestade, Jesus e seus discípulos chegam à província dos gadarenos (segundo a ARC). E encontram um homem possuído por uma legião de demônios. Este homem, devido a possessão demoníaca, vivia nos sepulcros gritando e se cortando com pedras (Mc 5.5), e possuía uma força descomunal de tal forma que não podiam acorrentá-lo. Com isso, ninguém podia passar por ali. Possivelmente, o gadareno, além de sofrer possessão demoníaca, deveria padecer de alguma insanidade. As forças do mal tentam de todo modo deturpar e perverter a imagem divina no ser humano.

2. Os demônios se submetem a Jesus. Basicamente, a pregação de Jesus era a proclamação do Reino de Deus. Os exorcismos realizados por Jesus expressavam as características do Reino. Em Jesus, o mal estava sendo vencido, pois o Reino já estava entre eles (Lc 17.21). Os demônios ainda não estão totalmente inativos. Em outros textos do Novo Testamento vemos que Deus, em Sua soberania, permite que espíritos maus continuem atuando neste mundo (Mc 16.17; At 16.18; I Ts 2.18). Contudo, também está revelado que o Senhor Jesus já os venceu e que um dia não mais atuarão (Mt 25.41; Ap 12.12; 20.10). O Reino de Deus é presente, mas ao mesmo tempo é oculto, ele só pode ser visto pelos olhos da fé. Todo o poder das trevas se curva diante do sol da justiça.

3. Jesus dá nova vida. Depois de encontrar com Jesus, aquele homem, que outrora tinha sido controlado por espíritos imundos, agora é encontrado sentado, vestido e em perfeito juízo (Mc 5.15). Jesus transformou as circunstâncias extremas em novas oportunidades. Quando o ser humano tem um verdadeiro encontro com o Cristo vivo, sua vida muda e descobrimos que não existe situação que não possa ser transformada pelo Senhor. Seja qual for a situação ou circunstância, Jesus tem todo o poder, basta acreditarmos e confiarmos no Seu amor.

III – JESUS AINDA É O MESMO

Jesus é imutável, Ele não muda e não pode mudar! Assim como Ele fez nos tempos passados, Ele ainda faz hoje.

1. Jesus tem todo o poder. Podemos observar que Jesus em todo o Seu ministério revela o Seu poder (do grego, dynamis) – capacidade para fazer, poder para realizar algo, força. Ele tem poder para curar (Mt 12.15), perdoar (Mc 2.5), expulsar demônios (Lc 11.14), ressuscitar mortos (Jo 11.43-44), multiplicar alimentos (Mt 14.19-21), transformar a matéria (Jo 2.9), submeter as forças da natureza (Mc 4.39). No entanto, Ele também tem o poder como autoridade (do grego, exousía) – autoridade para fazer, direito de reger e governar. Em Mateus 28.18, Jesus afirma que todo poder e autoridade foi concedido a Ele. Portanto, nós podemos confiar no nosso Senhor que está conosco e tem todo poder.

2. Jesus é o mesmo ontem, hoje e eternamente. Em Hebreus 13.8, o texto afirma: “Jesus Cristo é o mesmo ontem, e hoje, e eternamente”. Essa proposição é uma segurança para nós que confiamos no Seu amor e na Sua fidelidade. Cabe a cada um de nós sermos fiéis e confiantes neste amor. O problema não é Jesus fazer ou não fazer, pois cabe a Ele decidir, o nosso grande desafio é confiar que a vontade de Deus é boa, perfeita e agradável (Rm 12.2), e que Deus nos ama e deseja dar o melhor para cada um de nós (Mt 6.25-32).

3. Permaneçamos nEle. Assim como a videira é Jesus e nós somos os ramos, devemos estar enxertados em Cristo (Jo 15.5). A ovelha só tem proteção se estiver debaixo do cajado do seu pastor, a verdadeira ovelha de Jesus ouve a Sua voz, a conhece e a obedece (Jo 10.15). Permanecemos com Jesus quando ouvimos Sua Palavra e praticamos (Mt 7.24). O caminho do discípulo é esse: ele ouve a Palavra e vive a Palavra! E, se vivemos a Palavra, conheceremos a verdade que liberta e transforma (Jo 8.31-32).

CONCLUSÃO

Nada temeremos, porque o nosso Deus tudo pode e está conosco nos momentos de dificuldade. Que possamos permanecer nEle, sem desviar o nosso olhar, sem sair da posição e cheios do Seu Espírito.

Postado por: Pr. Ademilson Braga

Fonte: Editora Betel

Compartilhe!

Deixar um comentário

© Seara de Cristo - Todos os direitos reservados.

Scroll to top