You Are Here: Home » Artigos » Decisões precipitadas

Decisões precipitadas

Meu coração se entristece muito quando encontro alguém atribuindo a Deus a responsabilidade pelas desgraças da vida. O Senhor é bom. Mas, muitas vezes, esquecemo-nos disso e passamos para Deus a responsabilidade que é nossa. A responsabilidade das nossas decisões erradas, e por que tomamos decisões erradas, colhemos as consequências e sofremos muito. Mas, em meio ao sofrimento, é importante sabermos qual o caminho Deus tem para a nossa vida, e jamais responsabilizá-lo pelas decisões erradas que tomamos. Nossa vida é marcada por decisões. Existem as que não nos afetam muito, mas também aquelas que afetam nossa vida, nossa família, nossos sonhos. A Bíblia, a Palavra de Deus, é rica. Não existe nada, que esteja nela por acaso. Você pode olhá-la e dizer: “Será que ela responde?”. Não existe uma única situação que a Palavra de Deus não aponte o caminho. Você já tomou alguma decisão da qual se arrependeu? Algumas decisões oferecem uma segunda chance, mas outras não. Temos facilidade de tomarmos decisões precipitadas, e quando as tomamos damos cabeçadas. Machucamos-nos e a outras pessoas, e se não cuidarmos, atribuímos a Deus o comando na decisão, quando na verdade Ele não tem nada a ver com essas decisões. Deus nos criou e dotou de livre arbítrio. Somos livres para “construir” uma vida linda, como também para construir uma vida desgraçada.

Tudo depende de escolhas. Existem casos de pessoas que perderam muitos bens pelo fato de terem sido fiadoras, avalistas de alguém. Agiram precipitadamente, não obedeceram a Deus e pagaram um alto preço. A Bíblia diz que a maldição sem causa não vem. Então, nós somos responsáveis por nossos atos.

Muitas vezes, você faz uma sociedade com uma pessoa que não tem o temor de Deus, mas tem caminhado bem, aos olhos do mundo. Pois bem, no início de tudo as coisas andam bem. O início de um casamento entre um cristão em Jesus e um não cristão é bom, o primeiro ano é aquela lua de mel. A moça diz: “Mas ele é uma doçura”. “Que mulher maravilhosa”, diz o marido. O tempo passa e a lua de mel também, e sem os valores de Cristo, enfrentar os problemas do casamento não é para qualquer um.

Guarde isso em seu coração, todas as vezes que não paramos para buscar a Deus as consequências chegam. “Pois todos que são guiados pelo Espírito de Deus são filhos de Deus” (Rm 8.14). Então, se você é filho de Deus, tem que ser guiado pelo Espírito Santo. O Espírito Santo usa uma coisa muito simples para nos guiar nas decisões, chama-se paz. A Bíblia diz que ela é o árbitro de Cristo em nossos corações. Não faça nada sem sentir paz.

 

 

Extraído

 

 

 

Postado por: Pb. Ademilson Braga

Compartilhe!

Deixar um comentário

© Seara de Cristo - Todos os direitos reservados.

Scroll to top