Connect with us

Adolescente

O que é uma sociedade

Publicado

em

EBD – Adolescentes – EDIÇÃO: 39 – 4º Trimestre – Ano: 2021 – Editora: CPAD

LIÇÃO – 01 – 03 de outubro de 2021

TEXTO BÍBLICO

I João 17.15-19

DESTAQUE

“Não vivam como vivem as pessoas deste mundo, mas deixem que Deus os transforme por meio de uma completa mudança da mente de vocês” (Rm 12.2a).

LEITURA DEVOCIONAL

Segunda-feira – Gn 2.18
Terça-feira – I Pe 1.25
Quarta-feira – Mt 22.29
Quinta-feira – Fp 2.15
Sexta-feira – Mt 5.13
Sábado – Mt 5.14
Domingo – Gn 12.3

I. O QUE É UMA SOCIEDADE?

O vocábulo sociedade vem do latim societas e significa “associação amistosa com os outros”. Para facilitar a compreensão, vejamos a definição do Dicionário Houaiss: “é o ambiente humano em que o indivíduo se encontra incorporado”. O ser humano é um ser gregário, ou seja, ele necessita da companhia do outro para perpetuação da espécie e para a sua própria sobrevivência e desenvolvimento. A Bíblia diz que Adão, o primeiro homem, tinha a companhia de Deus e dos animais. No entanto, mesmo assim lhe faltava algo, ou melhor, alguém semelhante com quem pudesse compartilhar suas alegrias e necessidades. Por isso, o Criador formou outro ser igual a ele, porém de sexo diferente, para lhe fazer companhia: “E disse o Senhor: Não é bom que o homem viva sozinho” (Gn 2.18a). O primeiro grupo social e, com certeza, o mais importante grupo a que pertencemos é a família. É com ela que aprendemos as nossas primeiras regras, valores, crenças e virtudes que nos prepararão para que mais tarde, sejamos inseridos em outros grupos sociais, como por exemplo, a escola e a igreja.

Mudanças sociais

Assim como as famílias, as sociedades não são imutáveis. Elas sofrem alterações ao longo dos anos. Já tivemos as sociedades primitiva, antiga, medieval, moderna e pós-moderna. A ciência que estuda os fenômenos da vida em sociedade é a Sociologia. Tal ciência argumenta que, cada sociedade tem suas normas e padrões. Entretanto, esses padrões e normas também sofrem mudanças com o passar dos anos. São muitos os fatores que favorecem às mudanças sociais e culturais de uma sociedade. O crescimento econômico e industrial, certamente, provoca mudanças significativas para um país. Mas não é só o crescimento econômico que gera mudanças.

Uma guerra e revolta política, por exemplo, também trazem importantes modificações sociais. É o que temos visto em nações como Iraque, Afeganistão e Líbia. No entanto, toda alteração tem um lado bom e outro ruim. Por exemplo, as novas tecnologias empregadas pelas empresas, fazem a indústria crescer, o comércio vender, além de gerar crescimento; contudo, muitos acabam perdendo o emprego, pois as máquinas que são utilizadas para aumentar a produção substituem o trabalho humano. Já vimos que as sociedades não são imutáveis. Por isso, nossos padrões morais e sociais devem estar pautados nos preceitos bíblicos que são eternos e imutáveis como afirma o apóstolo Pedro: “mas a palavra do Senhor dura para sempre” (I Pe 1.25a). Por isso, precisamos conhecê-los. Se não conhecermos a Palavra de Deus, como iremos contestar as vãs filosofias que estão presentes em nossa sociedade? O povo de Deus, por diversas vezes, caiu na apostasia por não conhecer as Escrituras e ao Senhor (Os 4.6; Mt 22.29).

A Bíblia relata a história de Noé, um cidadão justo e bom que vivia numa sociedade corrupta e perversa. A sociedade se corrompeu de tal maneira que Deus revelou a Noé que iria enviar um dilúvio e acabar com tudo. O Criador queria escrever uma nova história juntamente com aqueles que desejassem ser transformados. Então, o Senhor pediu a Noé que construísse uma arca e que avisasse a todos acerca do dilúvio. Deus é bom e ama a todos. Ele, certamente, não queria a destruição da humanidade, por isso deu a todos uma chance de salvação.

Noé obedeceu a Deus e avisou que o julgamento viria. No entanto, ninguém acreditou. Porém, o dia do juízo chegou e somente Noé e sua família foram salvos na arca. As pessoas não desejavam mudar, achavam que estava tudo bem, mas não estava. Hoje também pregamos, anunciamos a Palavra de Deus e a transformação de vida em Jesus, porém muitos rejeitam e querem viver conforme as suas regras.

II. JESUS E A SOCIEDADE DO SEU TEMPO

Jesus, o Filho de Deus, não era um eremita. Ele pertenceu a uma família e viveu numa sociedade marcada por graves problemas socioeconômicos. Muitos procuravam a Jesus para saciar a fome (Jo 6.26). O Filho de Deus gostava de estar com as pessoas. Ele foi à festa de casamento (Jo 2.1,2), além de ter vários amigos, como Lázaro, Marta e Maria (Jo 12.1,2).
Por isso, como cristãos, não devemos nos isolar. Além do mais, também não podemos amar o mundo, ou concordar com a sua filosofia: “Não amem o mundo, nem as coisas que há nele. Se vocês amam o mundo, não amam a Deus, o Pai” (I Jo 2.15). Jesus ensinava a respeito do amor do Pai para todos e não discriminava ninguém. Ele veio para os que estavam perdidos, doentes do corpo e da alma (Lc 19.10). Veio, também, para anunciar o Reino de Deus aos menos favorecidos. No tempo de Jesus, as mulheres, os publicanos, os coxos, cegos e lunáticos eram desprezados. Mas Jesus veio e valorizou a estes.

Ele ensinou as mulheres (Lc 10.38-41), visitou a casa de Zaqueu (Lc 19.5,6), curou cegos (Mt 20.29-34), oprimidos pelo Diabo (Mc 5.1-15; Lc 4.33-36) e alimentou os famintos (Mc 6.35-44). Cristo não rejeitou a ninguém, mas também não concordou com o modo de pensar da sua sociedade. Muitos ficaram bravos com Jesus, em especial os fariseus e saduceus, que eram os partidos político-religiosos daquela época. Ainda assim, Jesus desejava agradar ao Pai e não aos homens. Muitos podem discordar de nossas crenças e valores, mas não devemos desagradar a Deus para agradar ao grupo em que estamos inseridos. Jesus não só amou as pessoas como também deu a elas o que precisavam. O Filho de Deus repartiu o pão, curou os cegos, libertou os cativos, etc. O que você tem oferecido à sua comunidade?

III. JESUS ENVIOU DISCÍPULOS A UMA SOCIEDADE CARENTE

O Filho de Deus veio ao mundo com uma missão: resgatar a humanidade pecadora. Ele cumpriu sua tarefa, morreu na cruz e ressuscitou ao terceiro dia por amor a nós. Depois de ascender aos céus, seus discípulos dariam continuidade à sua obra. O Senhor não iria retirá-los deste mundo, mas, sim, enviá-los para que fizessem a diferença na sociedade em que estavam inseridos (Jo 17.15-18). Você como cristão, tem feito a diferença? Já vimos que a família é o grupo social mais importante de uma sociedade. Se a família vai bem, a vida social também vai. Por isso, Jesus envia seus discípulos às famílias.

O Salvador também orientou como os seus discípulos deveriam se comportar nas casas: primeiro a saudação de paz; depois, eles deveriam ficar satisfeitos com o que lhes fosse oferecido (Lc 10.7,9). Dessa forma, as necessidades básicas do homem seriam atendidas: paz e unidade familiar, provisão e saúde. Fomos salvos para ser “sal” em meio a nossa sociedade (Mt 5.13). Como servos de Deus, não podemos viver isolados. Precisamos ser agentes de transformação, fazendo a diferença e anunciando o amor de Jesus para a nossa comunidade.

RECAPITULANDO

Você foi salvo por Jesus, mas continua a viver em meio a uma sociedade pecaminosa. Por que você não foi retirado do mundo assim que se converteu? Porque Deus quer que você viva em sociedade como “sal” e “luz” (Mt 5.13-16). A Palavra de Deus adverte: “Não vivam como vivem as pessoas deste mundo” (Rm 12.2). Mesmo assim, seguir as ordenanças de Deus em meio a uma sociedade corrompida pelo pecado nem sempre é fácil. Muitos dentro da própria igreja acabam se conformando com as imposições do mundo moderno. Em vez de resistirem, incorporam valores que não são bíblicos. Você é “sal” e “luz” deste mundo. Então, ore pedindo ao Senhor forças para não cair nas armadilhas do Diabo. Os valores de Deus são eternos e imutáveis, válidos para todas as pessoas, em qualquer época e em todos os lugares (I Pe 1.23-25).

Postado por: Pr. Ademilson Braga

Fonte: Editora CPAD

Compartilhe!
Clique aqui para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidos

Copyright © Seara de Cristo - Todos os direitos reservados