You Are Here: Home » Artigos » Adolescentes » O arrependimento produz vida

O arrependimento produz vida

Introdução

Na sociedade atual, os meios de comunicação, especialmente a televisão, podem levar os usuários a conceitos de valores deturpados. Juntamente com os produtos anunciados, a televisão vende também ilusão.

A mensagem mostra uma comunicação muito importante da parte de Deus. A única e verdadeira, capaz de mudar radicalmente a vida de todo homem pecador.

O mensageiro

João Batista foi escolhido para comunicar a todos os homens que deviam se arrepender (Mateus 3.2). Sua mensagem era cheia de autoridade, pois dizia: “Se arrependam! O Reino do Céu está vindo”. O arrependimento anunciado era o único meio do homem herdar o reino de Deus.

Com essa tão grande responsabilidade às margens do grande rio Jordão pregava bem alto e batizava a todos que se arrependiam. Por isso, recebeu o nome de João Batista. A mensagem provocava questionamentos e mudança de atitude, pois as pessoas confessando os seus pecados, eram batizadas por ele no rio.

As pessoas gostavam muito de ouvi-Io e até ficavam questionando em seus corações se acaso João não seria o Cristo.

O Salvador

Tudo que João anunciou sobre o rei Jesus se cumpriu. Desde então, começou Jesus a pregar e a dizer ao povo que se arrependessem (Mateus 4.17). As multidões corriam para ouvir Jesus comunicando a mensagem de Deus aos homens. Todos sabiam que Jesus os convidava para mais que uma mudança de pensamento ou de religião. O arrependimento para os ouvintes significava submissão completa da vontade, e mudança de comportamento. As pessoas compreenderam que Jesus exortava a que admitissem seus pecados e os abandonassem e que se convertessem (Isaías 1.16 -17; Ezequiel 33.18-19; II Crônicas 7.14).

A mensagem

O arrependimento que Jesus anunciava era o único meio que nos é fornecido para a libertação de nossos pecados e o recebimento do perdão de Deus. Os pecados atrasam o nosso progresso espiritual e podem até nos conduzir para longe do Senhor. O arrependimento torna possível que retornemos a Deus. Ele tem sido sempre a base do chamado bíblico para a salvação. O primeiro passo na estrada do arrependimento é admitir para nós mesmos que pecamos. Além de reconhecer os nossos pecados, devemos também rejeitá-los e abandoná-los. Se realmente nos arrependermos, não voltaremos a cometê-los. Cristo passa a governar toda a nossa vida.

O convite de Jesus

Todo adolescente que ouve o convite de Jesus ao arrependimento, não deve rejeitar, pois embora Deus julgue o pecado, Ele não deixa de ser misericordioso por causa disso. Ele não deseja que ninguém pereça (Mateus 18.14). Seu amor é grande e espera com os braços abertos para perdoar a todos os que se voltam para Ele.

Voltar para Deus significa se arrepender. O arrependimento não é apenas uma reforma, mas o abandono total da conduta errada. Inclui mudança de direção e transformação da vontade. Longe de ser uma simples mudança de mente, constitui-se no desejo – ou, mais precisamente – na decisão firme de abandonar a obstinada desobediência e submeter-se à vontade de Cristo. Onde não há mudança visível de conduta, não se pode confiar que haja ocorrido arrependimento (Mateus 3.8).

Enfim, o verdadeiro arrependimento é o único caminho de reconciliação com Deus. Foi essa mensagem que Jesus ensinou aos homens.

 

Postado por: Pb. Ademilson Braga

 

 

Compartilhe!

Deixar um comentário

© Seara de Cristo - Todos os direitos reservados.

Scroll to top