You Are Here: Home » Artigos » Cuidado com o que sai da sua boca

Cuidado com o que sai da sua boca

“… Mas nenhum homem pode domar a língua. É um mal que não se pode refrear; está cheia de peçonha mortal… De uma mesma boca procede bênção e maldição. Meus irmãos, não convém que isto se faça assim…” Tiago 3.1-12

Como líderes evangélicos, o maior problema que encontramos nas discussões de famílias é resultado de palavras malditas. As pessoas têm a mania de maldizerem tudo que não as satisfaz. Na verdade, temos a tendência de esquecer os elogios, mas as palavras ruins não saem da cabeça da gente. Uma palavra negativa pode ficar anos torturando uma pessoa.
A língua tem o poder de determinar maleficamente o futuro de alguém por meio de palavras que impactam diretamente o ser de uma pessoa, causando destruição e assolação. Em vez de usarmos a nossa boca para ferir o outro, para blasfemar ou murmurar, devemos usá-la para agradecer a Deus pelos livramentos, pela Sua misericórdia, pelo Seu favor.

São tantas as benevolências do Senhor para com a nossa vida, e muitas vezes deixamos o egoísmo nos cegar e nos impedir de ver o que Deus tem feito por nós. Um conselho: muitas vezes o diabo usa as pessoas para tirar a nossa alegria; não conte tudo para os outros, não conte seus sonhos, suas vitórias, suas alegrias para qualquer pessoa. José contou para seu pai e irmãos os seus sonhos e amargou injustiça e inveja.

Abençoe! Quando abençoamos os outros, Deus age em nosso favor. Quando amaldiçoamos, o diabo age contra nossa vida. Em todo tempo é hora de mover os céus com as nossas palavras!
Autor: Pr. Jorge Linhares

 

Postado por: Pb. Ademilson Braga

 

Compartilhe!

Deixar um comentário

© Seara de Cristo - Todos os direitos reservados.

Scroll to top